REGULAMENTO CLIMB VIRTUAL AIRLINES

Un novo Estilo de voar

Antes de se inscrever, leia atentamente nosso regulamento.

INTRODUÇAO

ESTE REGULAMENTO CONTEMPLA UM CONJUNTO DE DOCUMENTOS REGULAMENTARES A SER SEGUIDOS PELOS TRIPULANTES DA CLIMB VIRTUAL AIRLINES, NÃO HAVENDO A DESCULPA DO DESCONHECIMENTO DESTE DOCUMENTO, DEVENDO O MESMO SER CUMPRIDO EM SUA TOTALIDADE. O OBJETIVO DESTE REGULAMENTO É ESCLARECER A TODOS OS TRIPULANTES QUE PRETENDEM INGRESSAR NESTA V.A SOBRE AS PRINCIPAIS REGRAS DA CLIMB. ESTE REGULAMENTO É DISPONIBILIZADO PELA CLIMB VIRTUAL AIRLINES DE MANEIRA GRATUITA, DISPONÍVEL SOMENTE AOS MEMBROS DESTA ORGANIZAÇÃO. O USO DAS LOGOMARCAS BOEING, AIRBUS, MICROSOFT FLIGHT SIMULATOR ENTRE OUTRAS É REALIZADO COM FINS EDUCACIONAIS E DE ENTRETENIMENTO, A CLIMB VIRTUAL AIRLINES NÃO POSSUI NENHUMA ASSOCIAÇÃO COM QUALQUER LINHA AÉREAS S/A. A LOGOMARCA, ASSIM COMO SEU NOME SÃO PROTEGIDOS E DE USO EXCLUSIVO DA CLIMB VIRTUAL AIRLINES

DAS REGRAS GERAIS DA CLIMB

I- CONSIDERAÇÕES INICIAIS

A CLIMB VIRTUAL AIRLINES é uma organização virtual, criada no Brasil em janeiro de 2018 por um grupo de entusiastas da aviação civil que decidiram juntar-se de forma livre e voluntariamente com o objetivo de padronizar procedimentos que se aplicam em uma companhia aérea real e trazer para o ambiente virtual, não possuímos nenhum fim lucrativo, desta maneira, a ingresso ocorre de maneira gratuita. É terminantemente proibida a publicação de conteúdo adulto, político ou religioso nos canais de comunicação da CLIMB VIRTUAL AIRLINES (E-mail, Telegram Whatsapp e Discord). Ações desta natureza serão punidas com advertências ou demissão do piloto da VA, a depender da gravidade do ocorrido. Tripulantes que utilizarem o nome da CLIMB VIRTUAL AIRLINES para fins lucrativos ou outros meios que possam prejudicar a imagem da VA, tais como: criação de grupos ou perfis em redes sociais que demonstre algum tipo de vínculo com a VA não sendo autorizada, será removida sem direito de reingresso á VA. Qualquer tentativa de danos, ações mal-intencionadas ou acesso a áreas exclusivas a staffs serão punidas com a exclusão do tripulante da VA sem direito a reingresso. *Reservamo-nos o direito de recusar cadastros aleatoriamente.

II- REQUISITOS MÍNIMOS PARA PARTICIPAÇÃO

É pré-requisito para participação no processo de seleção da Climb Airlines: Possuir ao menos 16 anos completos na data da inscrição (Se for menor do que a idade requerida, será avaliada a possibilidade de ingresso). Experiência nas aeronaves da Airbus – família A319/320/321 (Aerosoft/Wilco) e da família Boeing (PMDG/IFLY/ZIBO), METAR, Fraseologia. Ter no mínimo 100 horas de voo em qualquer rede de simulação. Tal exigência será verificada assim que o piloto iniciar o tour, sendo obrigatório o preenchimento da rede de simulação e o ID/VID.

III- INGRESSO

O ingresso na CLIMB VIRTUAL, se da através da Prova de Ingresso na academia CLIMB (http://voeclimb.com/academy/), onde o piloto fará uma prova teórica, com 20 questões de múltipla escolha, onde serão abordadas questões de: Meteorologia, Fraseologia, Navegação e Regulamento. O candidato terá 40 minutos pra completar este exame. Será considerado aprovado caso atingir 75% de acerto. O piloto inicia como copiloto em treinamento, e vai proguedindo de acordo com o plano de carreira da CLIMB Airlines , lembrando que o CURSO DE FORMAÇÂO DE COPILOTO também devera ser realizado na academia para obter a devida promoção. IMPORTANTE: Não aceitamos migração de dados de outras VA's. O cadastro é único e intransferível.

VI- REPORTE DE VOOS

O programa oficial para registro dos voos realizados pela VA é o SMARTCARS. Esse programa grava todos os parâmetros do voo necessários à companhia e também providencia o envio e atualização das horas voadas pelo piloto. Sob nenhuma hipótese serão aceitos voos/logs enviados manualmente. Após o envio do log, seu voo constará como ''Pendente'' e estará aguardando a avaliação por um dos staffs responsáveis. Não é necessário aguardar a avaliação do log para realizar outros voos pela VA, a não ser em casos especiais como acontece nas escalas obrigatórias.

V- ALTERAÇÃO NA TAXA DE SIMULAÇÃO

Acelerar, reduzir ou pausar a taxa de simulação durante a realização dos voos pela CLIMB é proibido. Log com rate maior ou menor que 1x/normal não serão aceitos. IMPORTANTE: O uso de SLEW / PAUSA durante os voos, ou se apenas constar no log do voo este recurso, o voo será deletado, e o piloto perderá o voo como também as horas voadas. Recomendamos desativar, nas configurações as teclas referentes às ações de PAUSE e SLEW.

VI- CRITÉRIOS PARA APROVAÇÃO/REJEIÇÃO DE LOGS (PIREPS)

Conforme já mencionado acima, a CLIMB VIRTUAL AIRLINES utiliza o SmartCARS para a análise de voos. O software avalia uma série de informações e a empresa determina quais situações são passiveis de reprovações conforme descrito abaixo.
  • Toque acima de -501 ft/min;
  • Erro de configuração do SmartCARS;
  • Divergência na altitude de cruzeiro do SmartCARS;
  • Pause (Acima de 11 segundo);
  • Overspeed (Acima de 21 segundos);
  • Exceder Limite de velocidade de 262 Knots abaixo de 10.000 ft;
  • Stall;
  • Voos Offline (Liberados apenas para alguns pilotos em formação);
  • Refuel (Abastecimento após partida dos motores);
  • Slew Detected;
  • Envio do Pirep sem corte dos motores;
  • Pouso em aeródromo alternativo diferente do programado;
  • Pouso em aeródromo alternativo diferente do programado;
  • Alteração da taxa de simulação;
  • Utilizar aeronave diferente daquele programada no Despacho.

VII- INATIVIDADE

O piloto é obrigado a fazer 04 voos no período de 30 dias. O não cumprimento deste item resulta na inativação automática do cadastro. Após a inativação o piloto terá até 15 dias para solicitar a ativação do seu cadastro ao RH (rh@voeclimb.com). Passado esse prazo a conta será apagada e o piloto perderá seu registro.

VIII- AFASTAMENTO TEMPORÁRIO

Qualquer tripulante que ocupe cargo de Copiloto (ou superior) pode solicitar um afastamento temporário da VA, bastando informar por meio de HELP DESK a diretoria do RH, o que garantirá um período de 30 dias sem enviar logs. Não necessariamente o piloto é obrigado a ficar 30 dias ausente, ficando a critério do tripulante escolher a quantidade de dias que se ausentará. Vindo o prazo do afastamento temporário o tripulante terá até o trigésimo dia para solicitar retorno a VA, tendo assim 30 dias para realizar os 4 voos mínimos por mês após encerrado o prazo do afastamento.

IX- VOO ONLINE

Todos os voos devem ser realizados online no servidor IVAO ou VATSIM. Não existe obrigatoriedade na escolha do servidor, ficando a critério do piloto. Lembrando que todos os tripulantes devem utilizar o RMK OPR/CLV PIC/CLVXXXX (matrícula do piloto) CLVyyy (Número do voo), também fica a obrigatoriedade que quando o piloto fazer voo em outro pais, fica obrigatório usar o CALLSING da empresa "CLVXXXX", caso os tripulantes descumprirem uma destas regras imposta o voo podera ser rejeitado pelo departamento de logs e o piloto sofrera danos. Os tripulantes voando em redes como IVAO/VATS.

X- DESLIGAMENTO

O descumprimento de qualquer item deste regulamento ou das regras dos servidores poderá resultar em cancelamento temporário ou permanente do cadastro do(s) envolvido(s).

XI- RETORNO A VA

Membros desligados por inatividade poderão recuperar logs de voos de cadastros anteriores. Após realizar novo processo de ingresso e o tripulante terá que solicitar a reativação dos seus dados junto a um staff, lembrando que só terá 15 dias para solicitar o retorno, contados a partir da data da inativação.

XII- PLANO DE CARREIRA

A CLIMB VIRTUAL AIRLINES entende que um Plano de Carreira deverá ser um grande aprendizado a todos os membros. Deverá trazer desafios para conquistar cada promoção e principalmente trazer benefícios com a conquista. É necessário restrições corretas nas patentes para que o membro sempre tenha vontade em conquistar novas promoções.
Abaixo segue a distribuição das nossas Patentes em ordem hierárquica, indicando o total mínimo de horas necessárias para solicitar a promoção.
  • Copiloto em Treinamento (0 a 30 hs de voo);
  • Copiloto (31 a 100 hs de voo);
  • Primeiro Oficial (101 a 300 hs de voo);
  • Comandante (301 a 600 hs de voo);
  • Comandante Intercontinental (601 a 1000 hs de voo);
  • Comandante Sênior (Acima de 1001 hs);
*As restrições de cada patente, bem como demais regras para promoção serão detalhadas no NOTAM dentro do Despacho Operacional de Voo. Para mais informações, consulte-o.

XIII- DOS JUMPSEAT (MUDANÇA DA LOCALIZAÇÃO)

Está permitido o uso do JUMPSEAT para qualquer aeroporto, desde que o piloto possa sair do aeroporto no qual realizou o Jump. O mesmo so poderá ser realizado se o tripulante tiver CMoney, (sistema de pontos da Climb), que podem ser adquiridos através das escalas obrigatórias mensais. Maiores informações, consulte NOTAM no DOV.

XIV- POLÍTICAS DE PRIVACIDADE (REGULAMENTO GERAL SOBRE A PROTEÇÃO DE DADOS)

Todos os dados fornecidos, são protegidos pela lei da União Europeia (GDPR)! Para ver mais sobre a lei, Clique aqui!

XV- Frota

Possuimos diversos modelos dentre as classes, (M) e (H). Para maiores detalhes, confira o link: Nossa frota.
Obs.: Confira também no menu downloads dentro do D.O.V, as texturas exclusivas da Climb.

XVI- Rotas

  • CLV - VOO REGULAR
  • CLV - VOO CHARTER
  • CLT - VOO TOUR
  • CLI - VOO INTERCONTINENTAL

Inicialmente os pilotos devem cumprir as rotas do Tour de ingresso, após o término destes voos ficam restritos a patente determina.